FANDOM


 
Linha 11: Linha 11:
 
|ultima = "[[Bond]]"
 
|ultima = "[[Bond]]"
 
|episódio da morte= "[[Bond]]"
 
|episódio da morte= "[[Bond]]"
|morte= [[Arquivo: KarinaDead.JPG|270px]]<br>Karina zumbificada, sendo levada para o desconhecido por Paul.
+
|morte= [[Arquivo: KarinaMorta.png|270px]]<br>Karina zumbificada, sendo levada para o desconhecido por Paul.
 
|ator = Ashley Bell
 
|ator = Ashley Bell
 
}}
 
}}

Edição atual tal como às 01h40min de 21 de janeiro de 2018

"Eu matei um homem. No início, eu dei um tiro nele. Ele estava no bosque, pensei que ele era um zumbi, e quando cheguei mais perto, vi que ele estava se afogando no próprio sangue. Depois saiu uma menininha de trás das árvores, gritando. Eu saí correndo e a deixei sozinha. (...) Eu sabia que minha pena seria morrer, assustada e sozinha, como aquela menininha."
—Karina para Gale Macones.

Karina é uma das personagens principais e protagonista dos Webisodes, The Oath. Ela foi introduzida em Alone durante o ataque de zumbis em seu acampamento.

Pré-ApocalipseEditar

Rockford, GeorgiaEditar

Nada se sabe sobre a vida de Karina antes do surto.

Pós-ApocalipseEditar

Em algum momento após o apocalipse começar, Karina reuniu-se com Paul e seu grupo. Antes de serem autorizados a participar do grupo, Paul exigiu Karina aceitar o juramento de "uma vida, tudo vivo". Ela fez e desenvolveu uma forte amizade com Paul no tempo que se seguiu.

The Walking Dead Webisodes: The OathEditar

"Alone"Editar

Karina e seu grupo estavam acampados perto de Rockford, Geórgia por um período indeterminado de tempo, embora ela alegou posteriormente que o acampamento tinha começado a começar a sentir como em casa antes que ele foi atacado e invadido por um grande bando de caminhantes. Durante o ataque, Karina chora sobre a morte de uma mulher jovem e está relutantemente forçada a fugir do local por Paul. O par foge para a floresta e sobrevivem a pé até a manhã seguinte, quando eles se deparam com um carro ainda funcionando. Depois de Paul sucumbir a um ferimento grave sofrido no ataque da noite anterior, Karina colocá-lo no banco de trás e sai em busca de ajuda.

Ela dirige a vários postos de socorro no município, e descobre que cada uma estava com os caminhantes. Finalmente, após percorrer a região toda ela chega no Harrison Memorial Hospital e encontra o lugar aparentemente deserto. Ela traz Paul para dentro e procura por medicamentos e suprimentos em um armário. Ouvindo movimento do lado de fora, ela corre e trás Paul inconsciente para dentro da sala, mas é tarde demais para impedir de um zumbir entrar. Ela descarrega uma única bala, seu último, no ombro do andador e fica desarmada quando ele ataca.

"Choice"Editar

Gritando por socorro, uma mulher mais velha corre para o quarto e espeta o caminhante na cabeça, matando-o. Ela se apresenta como Dra. Gale Macones, a última médica sobrevivente remanescente no hospital.

Macones cuida dos ferimentos de Paul, mas não está otimista sobre suas chances e tenta preparar Karina para o pior. Ela diz a ela do caos e da anarquia que eclodiu no início do apocalipse e como colegas sobreviventes se tornaram violentos e mataram uns aos outros. Quando condição de Paul piora, Dra. Macones informa a Karina que ela tem que removê-lo antes que ele reanime. Karina fica perturbada quando Macones leva Paul para loje da sala. Gale leva o homem para lanchonete do hospital.

"Bond"Editar

Mais tarde, Karina explica do juramento que ela e Paul tinham feito. Ela também diz a Macones sobre um homem que ela matou, pensando ser um caminhante, deixando sua filha aparente sozinha na floresta para a sua morte. Karina explica que ela sempre soube que seria a última sobrevivente de seu grupo como castigo por suas ações naquele dia. Macones simpatiza com Karina e lembra que ela ainda tem uma escolha e diz a ela como ela pode ajudá-la a morrer em paz. Karina consente e permite a médica administrar uma injeção letal em seu braço. Momentos mais tarde, Paul, tendo escapado de seus limites no refeitório chega no quarto. Karina sorri ao ver que ele sobreviveu e assim q sorri, morre.

Paul remove os dentes de Karina reanimada e restringe-la em uma camisa de força antes de deixar o hospital com ela como sua companheira morta-viva.

MorteEditar

Assassinada porEditar

Depois de crer que Paul estava morto, Karina decide tomar injeção letal de Gale e morre logo depois. Eventualmente, ela reanima e Paul decide remover os dentes e colocar uma camisa de força sobre ela. Paul mantém Karina morta-viva como uma companheira.

Vítimas MortasEditar

Esta lista mostra o número de vítimas que Karina matou:

  • Um sobrevivente do sexo masculino não identificado (acidental)
  • Um jovem sobrevivente do sexo feminino sem nome (indiretamente causada)

ApariçõesEditar

Aparições em The Oath
"Alone" "Choice" "Bond"

CuriosidadesEditar

  • Karina é um dos quatro principais protagonistas a morrer em toda franquia de The Walking Dead até agora, sendo os outros Lee Everett do vídeo game, Brian Blake da Série de Livros, e Hannah da wébsérie Torn Apart.
    • Entre eles, ela é a única a ter um status de morta-viva. (determinante)
  • Seu comportamento após a morte presumida de Paul é semelhante ao de Andrea durante a Temporada 1 e 2.
Personagens dos Webisodes
Família de Hannah e Andrew HannahJamieBillyAndrewJudyMax
Família Palmer Mike PalmerMaggieFilha do Palmer
Militares Callaway
Grupo de Chase ChaseHarris
Sobreviventes do Armazém B.J.KellyLennySobrevivente 1Sobrevivente 2
Sobreviventes do Acampamento KarinaPaul
Hospital Gale
Vôo 462 AlexJakeAnthonyConnieDeirdreMarcusSuzanne
Mortos e zumbificados aparecem em itálico
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.